sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Mergulhar em você...

Eu queria mergulhar em você
Infinitamente...
Eu queria me jogar em você
Perdidamente...
E me inundar de seus  lábios  que atraem
Constantemente...
E olhar os seus olhos bonitos
Certamente...

Eu queria abraçar o seu corpo
Desejosamente...
E esquecer de meu mundo agitado
Num repente...
E gritar pra você que seus beijos
São ardentes...
E alimentar meus sonhos para que sejam reais
Para sempre...

E que você nem respondesse
Mas apenas dissesse:
"Eu também quero você!"

Euclides Riquetti

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

No teu sorriso cativante

Pensei em ti, no teu sorriso cativante
No teu jeito sutil,  nos teus modos delicados
Na leveza de teus gestos e  encantos
No teu olhar com brilho excitante
Nos teus pensamentos santos
Nos teus lábios vermelho-rosados.

Pensei em ti, na tua voz doce e suave
No movimento de teu corpo terno e elegante
No perfume que exalas  pelo caminho
No desejo ardente que te  invade
No teu semblante a denotar  carinho
Na tua beleza simples e contagiante.

Pensei em ti, com  a força de meu sentimento
E me entreguei,  com todo o amor e paixão
Mandei-te  meus versos, estrofes e  poemas
E, no afã de recuperar o nosso  tempo
Dei-me a esquecer as decepções e os meus dilemas
Para te oferecer minha alma e meu coração.

Euclides Riquetti
30-10-2014

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Gotinhas de cristal


Um dia você chorou, vibrou, vibrou, chorou
Seus belos olhos encheram-se de gotinhas de cristal
Você que calou, sofreu, sofreu, calou
Seu grito de alegria se fez explodir, afinal.

Você esteve lá, elegante, glamourosa
De seu rosto moreno brotou um sorriso sensual
De seus lábios saíram as palavras mais carinhosas
Você vibrou com a conquista colossal!

Na madrugada silenciosa me veio seu doce sorriso
As palavras mágicas se embalaram no meu ser
E seu rosto comovido, bonito,  me encantou...

Então, meu coração bateu mais forte, mais preciso
E, no papel, pus este soneto pra dizer:
Você é o algo belo com que Deus me presenteou!

Euclides Riquetti

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Jujubinha, sempre nos surpreendendo!

          As atitudes "maduras" da Jujubinha sempre me surpreendem. Dia desses,  eu estava lendo, quando a mãe dela, a Carol, chamou-me para que a ajudasse numa tarefa de casa. Falei o costumeiro "já vou!", a que você, leitor, leitora, já deve ter recorrido muitas vezes nessas situações. Ela olhou-me e disse-me, delicadamente: "Vovô, sabia que não ajudar os outros quando pedem ajuda é falta de educação?!". Fiquei sem fala...
 
          Na semana de comemoração do  Dia do Professor, ao se preparar para ir à  escola,  exigiu que  vovó tirasse umas rosas para levar para suas professoras. Havia duas delicadas e bonitas que poderiam ser retiradas. Falou:" Preciso de cinco rosas!". Argumentamos de que deveria levar somente as  duas porque as outras estavam feias. Não houve o que a convencesse do contrário: "Tenho cinco professoras e preciso de uma rosa para cada uma. De manhã tem a Alice, a Fábi, a Keila. De tarde a Ana Paula e a Samara. São cinco!"  E lá fomos nós com as cinco. Quando chegamos na Girassol, entregou para as professoras da manhã e deixou duas guardadas para as da tarde.

          Na sexta-feira,  apareceu em casa com um aquário contendo uma pequena" tartaruga. Falou-me: "É  Manu, lá da Escola Girassol!" Perguntei  por que "Manu?  Disse-me que era """Manu de Manuelita". E que, se fosse menino, seria Manuelito.  Era menina, portanto Manuelita! No fim de semana cuidou direitinho da Manu, que foi devolvida na segunda cedo. Até eu me encantei com a tartaruguinha.

          No domingo,  foi comigo votar aqui na Escola Nossa Senhora de Lurdes.  Foi-me dizendo que números deveria digitar para votar e me explicou como deveria fazer para isso. No primeiro turno foi com o pai dela. No domingo foi comigo e depois com a Vovó. (Aliás, nós nos damos muito bem!) E, lá, surpreendeu a vovó. Leu, escritos afixados nas paredes: "Jo-a-ça-ba! Ca-len-dá-rio! e "Me-ni-nos e Me-ni-nas".

          Adoro conviver com a Jujuba. Ela confia em mim e eu estou sempre me surpreendendo com ela. Acompanho, muito, tudo o que ela faz, o que aprende, e sobretudo como resolve suas questõezinhas de matemática que traz da Escola. Tem bom raciocínio lógico, gosta de números. E está com um bom nível de linguagem para os seus quatro anos. Mas isso não acontece somente com ela: crianças, hoje, são altamente estimuladas e aprendem tudo rapidamente. Além disso, a Júlia, nossa Jujubinha é muito amada.  E retribui a todos com seu belo sorriso, muito carinho e muito amor!

Euclides Riquetti
28-10-2014         

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Versos e reversos

Reverto meus versos em reversos
Reverto emoções em mais emoções
Acalento ilusões e paixões
Paixões e ilusões
Em meus revertidos versos!

Meus versos traduzem saudosismo
Não há neles vitórias
E muito menos (in) glórias
Somente há palavras simplórias
Não há neles heróis, nem heroísmo!

Meus versos são livres, como livre é a chuva
Como é livre a água que corre
E vai quebrando as curvas.
Como é livre o sol que os montes cobre
Como é livre a noite que vem... quando o sol morre!

Euclides Riquetti

sábado, 25 de outubro de 2014

Oração do Monge São João Maria


 

Nas plagas de Taquaruçu
Nas grutas do Vale do Peixe
Nos morros e planaltos do Sul
E onde que a memória deixe
Ou nas raízes do Iguaçu
Neste chão catarinense
Os revoltosos exclusos
Mexeram com as almas das gentes.

Cruzes espalhadas nos morros
As fontes benzidas das águas
Gemidos pedindo socorro
Corações cheios de mágoas
O velho do cajado e do gorro
Pés descalços e mãos calejadas
São João Maria do bom povo
Abençõe minhas simples palavras.

O manto de trapo que cobre
Um corpo esguio e indefeso
Esconde as origens de um nobre
Que tem por justiça o desejo
São João Maria a esses  pobres
Dá tua bênção, teu conselho
Abençoa os caminhos em que corre
O rejeitado sertanejo.

Monge João Maria da oração
Olha pro céu anilado
Que tomou-me a casa e o pão
Que fez de mim um coitado
Dá alimento ao meu coração
Que anda nos caminhos jogado.

E, entre anjos e arcanjos
Nas imensidões de um além
Perdoa até mesmo os tiranos
Paz para eles também
São João Maria, Homem Santo
Homem que lutou pelo bem
Que reine a harmonia em todo o canto
E que Deus nos diga amém!


Euclides Riquetti

O vento que sopra na tarde

O vento que sopra na tarde
E que move as folhas da planta
Traz-me paz, sem mais alarde
E faz-me sentir qual criança.

Quando a primavera  chegou
Começou a mudar a paisagem
A flor se abriu, desabrochou
No vaso que abrigou a folhagem.

A juventude é assim:
Surge bela, como a flor
Ocupa os canteiros do jardim
Abre-se em sonhos de amor.

Ah, setembro - primavera!
Tempos de vida e de cor
Vem o sol que a gente espera
Traz na  tarde seu fulgor.
 
Euclides Riquetti

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

As naus da solidão...

Navegam, vagarosamente, nos mares de minha mente
As naus da solidão...
Vão de porto em  porto, vão de mar em mar
Procurando meu corpo para ancorar
Dando as costas à imensidão.
Navegam nas profundezas dos tempos, suavemente...

Navegam, através dos ventos e das as correntezas
Para  buscarem a doce calmaria
Que só eu lhe posso oferecer
Que só eu posso lhe conceder.
Navegam as naus da nostalgia
Pelos mares ignotos das  incertezas...

Navegam, lentamente, plenas de almas solitárias
As naus da solidão...
Vão, nas tardes, na noites, nas manhãs
Em suas andanças libidinosas  e vãs
Buscando a ilusão.
Navegam, sutilmente, as  naus solitárias!

Euclides Riquetti
23-10-2014



















quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Esperavas que eu te mandasse rosas

Esperavas que eu te mandasse rosas
Talvez vermelhas ou amarelas
Desde que fossem cheirosas
Com suas pétalas singelas...

Esperavas que eu te mandasse flores
Mesmo que fossem gerânios
Ou cravos extemporâneos
De  matizes multicores...

Mas eu te mandei, gentilmente
Versos que na noite compus
Versos de amor e de luz...
Que eu compus sutilmente.

Versos que me dispus a compor  
E que espero que tu aceites
São meus eternos  presentes
Meus doces versos de amor!

Para ti, somente para ti!

Euclides Riquetti
22-10-2014

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Nas brancas areias das dunas

Vêm as ondas verde-esmeralda banhar meus pés
Enquanto o vento atiça as brancas areias das dunas
Lá nas águas jazem as negras galés
Quando as vagas se requebram em alvas espumas.

Nas cinzentas manhãs do pré-verão
As verdades rebatem à minha porta
E uma dor leve açoita meu coração
Que já não tem certeza de que você se importa.

E em cada grãozinho de areia trazido
O despertar de um sentimento já adormecido
Reanimado pelas águas que balançam.

E em cada corpo que baila, bronzeado
Está você em seu presente e seu passado
Enquanto os anos avançam...

Euclides Riquetti

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Perdas ensejam saudades

Perdas são sempre sentidas
Ensejam  as saudades
Aguçam a sensibilidade
Ferem os corações e as almas doridas...

As perdas dilaceram os ânimos
E mutilam os pensamentos
Fazem a mente viajar pelo tempo
Perder-se em dias, meses e anos...

As perdas deixam marcas que não se apagam
Que ficam conosco eternamente
E que nos destroem  lentamente.

As perdas acontecem e as vidas passam
Fica a dor a matar quem já tanto sofreu
Fica o tempo a lembrar-nos de quem se perdeu...

Euclides Riquetti

domingo, 19 de outubro de 2014

Outubro Rosa - Rosa de amor, de carinho, de solidariedade

          A Campanha "Outubro Rosa", vem angariando adeptos e apoiadores em todo o mundo. E, em cada ano, mais e mais  pessoas estão-se engajando nela, movidos pela sensibilidade para com o ser humano, em especial a mulher. Iniciada em 1990, em Nova York,  por ocasião da primeira "Corrida da Cura", difundiu-se pelo mundo e tem presença muito marcante no calendário brasileiro do mês de Outubro,  quando acontecem efetivas ações de saúde, preconizadas e organizadas por organizações comunitárias, com apoio de Instituições oficiais e privadas.

          Nas cidades onde vivi, Capinzal e Ouro, (onde a RFCC é presidida pela amiga Rosalva Maliska)  Joaçaba, Herval d ´Oeste e Luzerna (presidida por Vanda Freiberger), e Porto União e União da Vitória (presidida por Giórgia Passos Schwegler) , há extraordinária atuação das Redes Femininas de Combate ao Câncer. As campanhas que realizam, sempre em Outubro, procuram conscientizar  sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. As voluntárias realizam um trabalho altamente meritório, em que cidadãs engajadas dedicam parte de seu tempo para promover a solidariedade e difundir conhecimento sobre o assunto e, em especial, incentivar a prática dos exames de mamografia e ultrassom para detecção de problemas  nas mamas. A campanha acontece neste mês, porém as ações são desenvolvidas nos 12 meses do ano.

          O câncer de mama, quando diagnosticado precocemente, tem elevada probabilidade de cura. Além disso, as mulheres que fazem parte da RFCCs, ajudam-se mutuamente e compartilham tanto as apreensões quanto o sucesso nos tratamentos. Por outro lado, a comunidade, em todas as cidades, tem entrado de cabeça na Campanha. Neste ano, aqui em Joaçaba, a Presidente Vanda Maria Freiberger tem liderado e incentivado a realização de eventos sociais, comunitários  e culturais para chamar a atenção para a Campanha da Rede. Esteve no Programa do Amarildo Monteiro, na manhã desta sexta-feira, 17, com sua companheira Carla Hoffmann, onde relataram, com muita clareza, sobre o que a entidade local tem feito, estendendo suas ações para os municípios vizinhos. Observamos que, em todas as cidades, os homens também estão participando diretamente da campanha, que até um passado recente estavam a cargo exclusivamente das mulheres.

          Atividades como o "Rock pro Rosa", que vai acontecer na Live Entertainment, em Joaçaba, reunindo os principais grupos de rock local, e a caminhada  deste domingo, são eventos que estão chamando muito a atenção, principalmente porque  os meios de comunicação estão oferecendo o merecido espaço à RFCC, que também conta com a parceria da OAB, CDL, SESC e das comunidade em geral. Já sentimos que isso está acontecendo também nas outras cidades. Neste ano, com a adesão de muitas entidades, a campanha está ganhando muito mais corpo.

            Nossas orações a quem precisa e os parabéns a todas as pessoas que estão ajudando as outras a encontrarem o conforto pessoal e ânimo de que tanto precisam.

Deus abençoe e proteja a todas!

Euclides Riquetti

19-10-2014

sábado, 18 de outubro de 2014

Sentir teu perfume no ar...

Na manhã,  depois da tempestade
Volta o vento calmo do Sul
E lembro-me,  com muita saudade
De teu rosto de divindade
De teu  olhar verde-azul...

Na manhã, depois da tormenta
Volta-me toda a alegria
Meu coração já não  lamenta
E minha alma deseja, sedenta
Navegar nesta calmaria...

Na manhã do dia que chega
O canto dos pássaros a me alegrar
Para mandar embora a tristeza
E, no despertar da natureza
Sentir teu perfume no ar...

Euclides Riquetti
18-10-2014

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Poder sonhar ( a liberdade...)

Poder Sonhar
A liberdade é como o vento:
Sopra, ora para esta, ora para outra direção...
Liberdade é o fogo que queima a lenha, vira brasa e aquece a água e as almas.
É como o pássaro que voa no ar
A água que corre pelo vale
O canto da gaivota que plana, sem cansar
Sobre o mar.

Liberdade é um dia de sol:
É quando as nuvens  se escondem atrás do azul infinito
Ou a noite matizada por estrelas.
E, quando perco o rumo de meus olhos para vê-las
Se perdem na imensidão.

Liberdade é como o grito da vitória
O Soco no ar
O abraço comovido.
É o olhar sobre o vasto campo florido
Colorido!

Liberdade é poder não ter que  levantar-se cedo
É poder deslizar os pés descalços
No verde gramado
É poder sentar no banco da praça e dizer: Este lugar é meu, aqui é o meu lugar!

Liberdade é andar com a pessoa que se ama
Sem ter hora pra chegar
Em nenhum lugar.
E apenas poder...
Continuar a sonhar!

Euclides Riquetti

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Então me abrace...

Então me abrace, carinhosamente
Só um pouquinho...
De mansinho...
Me afague e me abrace!

Então me abrace, sutilmente
E, com ímpetos leves de desejo
Me dê um beijo...
Me beije e me abrace!

Então me abrace com seu abraço sensual
Encoste seu peito no meu
Deixe-me sentir que não morreu
O amor que sentimos
E que por muito tempo nutrimos
Um pelo outro...

Então me abrace com seu abraço legal
E me faça sonhar
E me faça cantar
Uma canção de ninar
Sem nenhum disfarce...

Então me abrace, doce e desejável mulher
E faça comigo o que você quiser:
Uma, duas, três
Mais uma vez
Nós e nossa nudez...
Mas me abrace!

E me faça voar
Como se eu fosse planar
Até alcançar
Você....

Mas me abrace!!!

Euclides Riquetti
16-10-2014