quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Depois da chuva

Desarme seu coração, abra-o com doçura
Deixe-o receber o carinho que lhe proponho
Permita-lhe receber, com amor e com ternura
Um cesto de belas flores, um turbilhão de sonhos.

Desarme seu coração, dê-lhe asas para voar
Deixe-o navegar pelas vagas da calmaria
Permita-lhe conquistar o direito de sonhar
Viver sonhos de vida, de amor e de alegria.

A vida é imperfeita e os seres também o são
Temos nossos erros, guardamos muitas virtudes
Vivemos a realidade, mas também nossa ilusão.

Porém, depois da chuva, volta-nos o sol bonito
Volta com sua beleza, energia e magnitude
Para  animar nossa vida e dourar o azul do infinito.

Euclides Riquetti
01-10-2014

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O amor que flutua no ar


O amor que  flutua no ar
Vem embalar
Meus pensamentos e meus sonhos.

O amor que me acalma
Acalenta minha alma
Bane meus defeitos medonhos.

O amor vem cantado nas canções
Colado em sentimentos e emoções
Escrito nos versos das manhãs.

Mas, se não o alimentamos, vai embora!
Vai acampar em  almas que não choram
E não se apega nas  promessas vãs.

O amor é assim:
É um sentimento sem fim
Que procura um galho firme para pousar...

 Ao contrário,
Vai navegar em outro mar!

Euclides Riquetti

domingo, 28 de setembro de 2014

A invasão dos jovens uruguaios

          Estive por alguns dias "tomando banho de chuva" na praia de Canasvieiras, na Ilha da Magia, Florianópolis, coisa que, depois de definitivamente aposentado, agora de fato e antes de direito, repito uma três vezes por ano. Claro que, na maioria das vezes, "tomando banho de sol", coisa que fiz durante toda a minha vida. Adoro Canasvieiras: é minha praia!!!

          A belíssima praia do Norte de Floripa tem uma faixa de areia de um 5 km de extensão, com a largura variando entre 5 e 15 metros em 80% do dia. Com a maré baixa, fica entre 15 e 20 metros. Areia fina e limpa, muito boa para caminhadas. Costumo correr logo de manhã, sempre mais do que uma hora, e caminhar mais uma, o que me permite usufruir, com alegria, das delícias dos restaurantes. Há dezenas de boas opções para refeições por lá. A  "praia dos argentinos", pelo menos duas vezes ao ano, é invadida pelos uruguaios.

          Na semana que passou, nos deparamos com bandos de jovens que tomaram as ruas da Ilha de Santa Catarina. Conversei com alguns deles, gente muito bonita e educada. Humildes, cordatos, respeitosos, elegantes. Idade entre 16 e 20 anos pelo menos 80 por cento deles. Mas, na primeira vista, se tem a impressão de que tenham entre 14 e 16 anos. Muito bem cuidados, têm uma estatura mais baixa do que os brasileiros. Nisso, assemelham-se aos argentinos, porém, pelos seus hábitos alimentares, são praticamente todos magros. Ao contrário dos outros, os meninos usam corte de cabelo curto e as garotas, todas, com cabelos longos ou médios., acima dos 30 centímetros. Castanhos ou negros são os seus cabelos, poucas pessoas loiras. Mas, de uma forma geral, no quesito "beleza e apresentação", dou-lhes  notas entre oito e nove.  Sete e dez seriam as exceções.

          Mas a tônica da presença deles, ao meu ver, é a o seu nível de educação e respeito. Falou-me um jovem casal que eles estavam em mais  de 1.000 jovens uruguaios que comemoravam a conclusão de seus estudos em nível de Ensino Médio , Segundo Ciclo, lá, e que estarão ingressando na Universidade. Em dados momentos, adentravam em mais de duas centenas deles num supermercado e nada de anormal ocorria. A padaria e as prateleiras de frios eram os departamentos mais visados. Sucos, iogurte, pão, bolos e cucas, salgados e doces, sorvetes,  refrigerantes. A cerveja, que costuma ser regra entre brasileiros e portenhos, era raríssima exceção. Mesmo assim consumida com moderação. Nada daquelas caixas de isopor cheias de latinhas e gelo que os outros costumam levar para a praia. Acho que é por isso mesmo que a obesidade não está presente dentre eles. Andam sempre em grupos, que é a forma que têm para proteger-se.

          No Uruguai, os alunos da escola pública frequentam seis  anos de Curso Primário, mais três de Ciclo Básico. E mais três do Segundo Ciclo, quando, em seu segundo ano, são orientados, de acordo com as suas aptidões, para as áreas onde podem dar-se melhor. No último (terceiro ano), saem prontos para ingresso na Universidade,  sem vestibular, inclusive para Medicina e Direito. Acho o modelo deles fantástico. Exames de Classificação, lá, muito poucos.

           Eu já conhecia bem a conduta dos uruguaios adultos, que na Semana Santa tiram uma semana de feriadão, em seu país. Chamam a isso de "Semana do Turismo", em que serviços públicos e privados param para que possam descansar ou viajar. Acho isso também uma ótima ideia. Aqui, pessoas trabalham muito e costumam, boa parte, "vender suas férias para o patrão", para garantir um dinheiro a mais no ano. E os patrões pouco folgam porque não podem descuidar-se em seus negócios para não quebrarem ou mesmo porque gostam muito de ganhar muito dinheiro...

          Registro que, ao contrário de muitos que se expõem inconsequentemente, os jovens uruguaios têm muito a nos ensinar. Parabéns a eles!

Euclides Riquetti
28-09-2014

Moça mulher

Ombros elegantes
Pés nus acariciando a calçada
Molhada...
Ou maltratando-se nos pedriscos da rua
Que é nossa, que minha, que é tua
Pés nus roçando a água...

Idealizo-te:
Olhos cativantes
Brilhantes
Provocantes:
Cintilantes!

Ternos  braços
Esperando meu abraço.

Lábios rosados
Almados
Desejados
Gostosos
Pecaminosos!

Morenice brejeira:
Short jeans franjado
Do algodão malhado
Estonado e...
Desbotado!
Sorriso de moça faceira.

Provocante e provocadora:
Blusinha branca casual
Brincos acrílicos
Pendurados
Grandes e  argolados
Cabelos inspirando meus  versos líricos
Dengosa  e sensual...

Moça mulher:
Vai, enegrecendo as  almas dos passantes
Embasbacados e confusos
Confusos como eu!

Apenas confuso...

Euclides Riquetti

sábado, 27 de setembro de 2014

Sentimentos ocultos

Sentimentos ocultos, protegidos
Sutilmente velados e escondidos
Na manhã cinzenta
Sonolenta...

Imagens que se perdem na sintonia
Na sincronia do Universo
Sem um trilho aparente, sem um rumo certo.

A vida é mais que um sistema, um dilema
Um conflito abstrato
E uma bela mulher num retrato.

A vida é o encontro
Que repele o que está pronto
E que, ousadamente, corajosamente
Busca encontrar a felicidade autêntica
Na parceria idêntica
Com o sorriso de luz
Que a melodia da orquestra conduz.

É a água bebida
A energia absorvida
E a flor da rosa, do gerânio e do cravo
Lindo, másculo, que eu trago
Na lapela de meu casaco.

A vida condiciona os sentimentos
Coleciona os momentos
E adiciona elementos.

Sentimentos que você teima em esconder
E que não quer deixar que transpareçam.

Porque num outro ser
Há um delicioso querer
Há um desejar
Há um sempre buscar
Um desejo ardente... de buscar você!

Euclides Riquetti
26-09-2014

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Abra seus olhos

Abra seus olhos e saia de seu sonho letárgico
Busque encontrar algo muito melhor
Veja quanta coisa boa há ao seu redor
Veja o quanto o mundo é divinamente mágico!

Abra seus olhos, tire-lhes essa venda insana
Busque ver a realidade que se faz presente
Saia da clausura que lhe dopa a mente
Venha para ver que a vida é bem melhor que a lama...

Abra seus olhos pesados e dormentes
Dê-lhes a leveza  e o merecido descanso
Abra seus olhos e venha enxergar novamente...

Venha, com toda a sua força e energia
Venha se embalar no sonho e no balanço
Venha compartilhar de   minha  imensa alegria.

Euclides Riquetti
25-09-2014



Ame, perca-se, perdidamente...

Ame!
Perca-se, perdidamente
Entregue-se totalmente...

Derrube normas, regras e conceitos
Mostre suas virtudes e defeitos
Suas inquietudes, suas atitudes
E ame!

Dispa-se vivamente
Desnude-se completamente
Esqueça os que se importam com seus jeitos
E aplauda quem rejeita preconceitos:
Ame!

Jamais esconda seu olhar apaixonado
Não disfarce os seus  sentimentos
Em nenhuns  momentos
Apenas cuide daquele amor
Que a procura esperançado...

Quebre comportamentos
Rompa o silêncio
Mergulhe nos prazeres que lhe fazem bem
Ame, com suas forças, limites ou cansaços
Com seus lábios, com sua alma e seus abraços
Mas ame!

Ame nos dias de sol e nas noites estreladas
Naquelas que exaltei em prosa e verso
Nos dias de chuva e nas tardes acaloradas
Ame tudo o que existe no Universo:

Ame!

Euclides Riquetti

terça-feira, 23 de setembro de 2014

O seu sorriso, o meu sorriso...

          Tenho muitas amigas, conheço muitas pessoas. Vou a muitos lugares, converso com muita gente. De todos os tipos e comportamentos. Sou muito observador, tiro minhas conclusões sobre elas. Cada ser é um ser, cada pessoa é uma pessoa. Fico imaginando se são felizes, infelizes, se o que aparentam ser é o que realmente são. Não sou psicólogo, nem filósofo. Sou um cidadão comum, que sente, pensa, tem opinião sobre as coisas, escreve.

          Assim, procurei lembrar de pessoas e de como elas sorriem. Algumas, nem as conheço pessoalmente. Mas minha imaginação me permite até criar personagens com características que, se eu tivesse o domínio da arte de desenhar ou pintar, poderia dar-lhes o devido retrato. Então, estou propondo a meus leitores que tentem se enquadrar num dos tipos de sorriso que estou sugerindo. Mas não escolha a primeira opção, simplesmente. Procure ler todas e,  depois,  escolha as três que mais combinam com você. Então, dentre estas, escolha a primeira, aquela que "fecha" com seu perfil de sorrir. É uma atividade que pode empolgar, pois você pode até "classificar", pelos dados apresentados, pessoas que você conhece ou com quem mantém relações de trabalho, amizade, ou mesmo pessoais:

1. angelical: sorriso terno, mas não ingênuo, de moça que tem uma luz oculta na expressão de seus olhos e de seu rosto.

2. felino: sorriso de gata, normalmente nos olhos verdes e azuis, sobrancelhas bem delineadas, cílios
vistosos, jeito de quem está sempre pronta a dar o bote, unhas bem afiadas.

3.sutil: olha com graça, os músculos do rosto se movimentam levemente, há um charminho escondido propositalmente, como se fosse uma criança a sorrir.

4. provocador: o mesmo que provocante, a gatona sabe o que quer, sabe atrair o outro, vem e vai, ora olha, ora finge que não vê, mas quando olha procura chamar a atenção. O seu sorriso se alia a repentinos e estudados movimentos  do corpo.

5. praia-sol: sorrisão aberto, olhos escondidos por um óculos grande, de belo desenho. A condição dos cabelos ajuda a compor o quadro visual e a definir o conceito de mulher poderosa.

6. terno-apaixonado: muito tender, dócil, cordato, sem no entanto ser submisso. Olhares e sorrisos dirigidos somente para o amado.

7. loucamente apaixonado: tipo saia de perto que esse cara é meu, entusiasmado, arrojado, combina com movimentos rápidos do corpo em mulher desenvolta e que sabe defender o que é seu.

8. rebelde: mostra contrariedade se algo lhe é subtraído, quer exclusividade do outro e se vê que há perigo de concorrência mostra as garras e se rebela.

9. lascivo: olhar pecaminoso, sorriso que atrai, quer, deseja ardentemente possuir, não importa onde e quando e nem quais as consequências que podem advir.

10 - pecaminoso: cheio de pecado, convida a pecar ainda mais, esbanja desejo, perfuma o ar do entorno, está disposto a levar o outro à perdição.

11. clear eyes: muito atraente, encanta mesmo sem provocar, na dele, sabe que tem muito poder, mas demonstra ingenuidade e desproteção. Porém, é uma arma que pode tanto fazer feliz quanto destruir.

12. tímido: ligeiramente acanhado, dá a impressão de fragilidade, mas não de fraqueza, parecendo de bebê ingênuo, mas tem alto poder de contaminação de almas e corações.

13. ousado: capaz de arrasar quarteirões, parte para a ofensiva, não está preocupado com as consequências, o que importa é o resultado imediato.

14. debochado: muito dirigido à concorrência, demonstrando que a bela é muito segura de si, não permite que ousem sequer chegar perto do que é seu.

15. dissimulado: o disfarce está sempre presente, há perigo na área, muita culpa no cartório, a mentira é uma arma poderosa e ferina.

16. diabinho: sempre pronta a levar para o inferno, a queimar a alma de alguém, não sem antes tirar proveito do corpo da vítima, é uma tentação que deleita, mas que pode dar dor de cabeça depois.

17. namoradinha apaixonada: características  de estreante nas lidas do coração, alto índice de fidelidade, muito carinho e amor a dar, mas há um longo caminho a percorrer ainda.

18. cínico: reveste-se de intolerância, com olhar de desdém, faz qualquer coisa para mostrar insatisfação com a situação presente, é uma agressora em potencial.

19: abundante: largo sorriso, generoso, encantador, abre espaço para a chegada, mas isso não significa entrega. está mais para simpatia do que para convites...

20. generoso: o sorriso de quem costuma agradecer, de quem dá e recebe, de quem valoriza pequenas coisas, por mais simples que sejam.

21. anjo azul: sorriso de sereia, cheio de mistérios, mas inspira alguma confiança e até ingenuidade, fragilidade e necessidade de proteção.

22. sedutor: reúne muitas qualidades num único sorriso, sensualidade constante, movimentos do corpo que atiçam os olhos e instigam as mentes.


          Bem, agora minha parte está feita. Faça a sua: complete a lista, veja quais deixei de mencionar e escreva em algum lugar onde as pessoas possam ver.

Grande abraço! Sorria, ame, seja feliz sorrindo e recebendo sorrisos em troca dos seus!

Euclides Riquetti

23-09-2014

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

No mar...

No mar...
Eu quero te dar este poema
Que, mesmo com rimas pobres
Enseja sentimentos nobres
Por isso te faço  este poema...

No mar, o barqueiro rema
(Ou será o canoeiro?)
E eu articulo palavras e versos
Procuro ordenar pensamentos incertos
Enquanto o barqueiro rema...
(Ou será o canoeiro?...)

Fiz para ti um desenho na areia
De sóis, de estrelas, de musas
Foram apenas imagens confusas
Mas fiz para ti um desenho na areia...

E, no a(noite)cer, apenas o murmúrio do mar
Harmoniado no embalo da triste canção
Escura é  a paisagem na imensidão
Mas agora, no a(noite)cer, apenas o murmúrio do mar...

E lá, mais lá, como cá, sopra o vento...
Move as folhas verde-escuro tingidas de noite
A maré lança às pedras  o seu doce açoite...
E lá, como cá, sopra o vento!

E eu penso em ti...

Euclides Riquetti

Praia de Canasvieiras, Fpolis - SC.

domingo, 21 de setembro de 2014

Na primeira tarde do primeiro dia de primavera

Não quero ser a nuvem escura que cobriu o sol
Na primeira tarde do primeiro dia de primavera
Não quero que coloque meu nome num crisol
Nem que espalhe nos ventos ou o jogue à  terra.

Não quero ser o vento frio que soprou debalde
Mas quero ser o por do sol, que enfeitou a praia
Que maravilhou os corpos e pincelou a tarde
Com cores quentes em matizes que me maravilharam.

Quero que você seja o sino que, de nota em nota
Alenta minha vida com seu toque soberano
E que com as mensagens que você  denota.
Torne meu mundo mais doce, muito mais humano.

E quero mais ainda que a tarde azul volte no mar
Onde as ondas e as espumas bordam os areais
Quero apenas reencontrar seu sorriso a me esperar
Quero apenas que me ame e não me deixe jamais!

Euclides Riquetti
22-09-2014






Versos árcades


Não farei rimas consonantais
Nem abusarei de combinações vogais
Apenas direi o que o coração ditar
Não rimarei adjetivo com verbo regular.

Farei poemas de meus desatinos
Farei sonetos com verso livre
E se julgar que for de bom alvitre
Comporei sonetos alexandrinos...

Farei paródias de canções conhecidas
Repetirei os verbos, porei conjunções
Mas não ousarei desatar emoções
E nem buscarei lembranças perdidas.

Não farei mais nada que não seja eterno
E nem serei um reles parnasiano
Eu a esperarei, ano após ano
Outono, verão, primavera e inverno.

E, quando disser: eu também o amo
Eu lhe entregarei meu coração  profano
Onde ainda cabe nosso amor mundano...

Euclides Riquetti

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Pensa em mim, que eu pensarei em ti

Pensa em mim, que eu pensarei em ti
Escuta minha voz, que escutarei a tua
Reza por mim, que eu rezarei por ti
E te ouvirei ao sol e te ouvirei à lua...

Pensa em mim, vê os versos que te escrevo
Sente  meus poemas como eu sinto os teus
Quando penso em ti, me empolgo e me atrevo
A querer te levar todos os beijos meus.

Pensa em mim, com toda a força do teu sentimento
Abre teu coração em toda a tua singeleza
Que eu penso em ti, com a força de meu pensamento.

Pensa em mim, com toda a tua energia
E eu te direi, com todo o carinho e sutileza
Que eu te amo em todas as horas de meu dia.

Euclides Riquetti
19-09-2-14

.

Fragmentos poéticos - mais uma vez...

Fragmentos românticos
           Primeiro canto
Preciso roubar um beijo teu
Por isso eu quero estar perto de ti
Quero que tu sintas o beijo meu
Quero te sentir, sentir, sentir...

             Segundo canto
Beijar-te-ei com ardor, eternamente
Perder-me-ei  em ti,  perdidamente
E em ti me inspirarei para compor
Por ti exaltarei o meu amor
Para  ti escreverei por hoje e sempre...

             Terceiro canto
Sonhei contigo, sonhei , sonhei,  amei
Sonhei  contigo, amei,  sonhei, sonhei
Sonhei contigo, nas noites em que as estrelas adormeceram...
E nas noites em que elas reviveram:
Sonhei contigo, sonhei, amei, sonhei!...

               Último canto
Há uma cumplicidade entre nós dois
Uma palavra que rima com felicidade
Há uma pequena distância que não conta
Porque depois, depois da saudade
Vem sempre o reencontro, o amor de verdade

Euclides Riquetti

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Gotas de cristal

As lágrimas que rolam pelo seu rosto se transformam em pequenos cristais
Que, ao encontrarem as minhas, fundem seu brilho prateado
Enquanto seus lábios róseos, macios e adocicados
Desejam acariciar os meus ainda mais.

As lágrimas que brotam de seu ser carregam  seivas densas de emoções
Que, ao contato com as minhas, ensejam ternos sentimentos
Enquanto reúnem os mais puros e tênues elementos
Que se misturam às mais frágeis emoções.

O cálice do amor recolhe as lágrimas santas, já santificadas
Na realeza de seus olhos de azul mar
Que se tornam esmeraldas brancas e  cristalizadas.

E eu me faço e desfaço em lágrimas de desejos
Deleitando-me em seu choro e seu sonhar
Oferecendo-lhe meus abraços e meus beijos.

Euclides Riquetti
18-09-2014

terça-feira, 16 de setembro de 2014

A Legião dos Dançarinos Extraordinários - reedição


A Legião dos Dançarinos Extraordinários

       Quem já não se encantou com danças harmoniosas, passos bem ensaiados, ou mesmo "singles" ou "dobles", que se apresentam em festivais de dança? Quem não se encantou com musiciais que viu na TV ou no cinema?

         Bem, a harmonia da dança á algo extraordinário.Às vezes movimentos espontâneos, outras com grupos cadenciados, articulados extraordinariamente, encantadores. Há, na dança, um inimaginável senso de poesia. É o belo expresso nos movimentos, que nos atrai, embasbaca, embala nossos sonhos, nos leva às mesmas viagens que nos leva a música, o poema, o canto, o voo do pássaro, o flutuar das patas dos animaizinhos sobre a relva, o sorrir e o abanar da criança, a calmaria das ondas nas águas. A dança, como a poesia e o canto, exercem um magnânimo fascínio sobre mim. Tudo se reveste de musicalidade. Definitivamente, é o belo que se expressa em múltiplas formas.

          Mas, o que me tem encantado docemente, nos últimos dias, é a capacidade coreográfica dos componentes da Legião dos Dançarinos Extraordinários. Vi-os num filme, busquei vídeos no you-tube, estudei sobre eles. Encantaram-me, sobremaneira, alguns personagens: Primeiro, Trevor Drift, o menino moço que consegue expressar-se em movimentos harmonicamente extraordinários, e que se incorpora à LXD. Igualmente, Jato e Katana, Katana e Jato, dois apaixonados, pela dança em um pelo coração, pela alma do outro. Jato, com sua estupenda  beleza ( e sutileza) de movimentos de seu corpo, atrai Katana, seu partner, seu amado, e nos embebece, nos envolve, transporta-nos para um mundo irreal, de imedível encantamento.

          E o maravilhoso mundo web nos permite buscar isso, deleitar-nos, navegar pelo universo sem sair de casa. Deus, salve os dançarinos, os músicos, os cantadores, os poetas extraordinários.

Euclides Riquetti - 04/10/2011