quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Barra do Leão - a reversão possível

          Tirei um dia para revisitar a Barra do Leão, rever os amigos Sérgio e Fernando Coronetti, suas esposas Rose e Adriana, e as crianças deles, no Thermas Leonense. Que ótimo dia passamos!

          A quarta-feira amanheceu nublada, mas logo veio o sol animador. E, nossa intenção de ter um dia diferente foi-se materializando. Em Lacerdópolis, tomamos o rumo da "Barra" via Barra Fria, percorrendo uma estradinha bucólica que serpenteia o Vale, lado-a-lado com o  Rio do Peixe. Estrada bem conservada, uma paisagem exuberante.

          Ficamos muito surpresos com os novos rumos da Barra do Leão e a agilidade com que os Coronetti foram melhorando o seu empreendimento, o Balneário Thermas Leonense, e promovendo, com  isso, a redenção econômica e social daquele distrito.

          Lá em Trombudo Central, , num evento de uma missão Turística do nosso NITUR, ao pronunciar-me diante de dezenas de convidados e autoridades, fiz mençâo ao dinamismo do Sérgio Coronetti e sua coragem em implantar um equipamento turístico de alto gabarito, numa comunidade que se encontrava desacreditada. O que eu disse lá, posso repetir aqui: "O Coronetti merece, de parte do Município de Campos Novos, uma estátua em praça pública, pelo que tem feito por aquele município e pela Barra do Leão".

          O Leonense está muito bonito. Piscinas com alternativas de profundidade, possibilitando lazer para todas as idades,  tobogãs aquáticos, comida boa e barata (tem até o Palhinha ajudando no churrasco), atendimento de primeira linha, organização, simplicidade, higiene e limpeza, uma paisagem verdejante e fantástica. E o colorido rubroazul das edificações contrasta espetacularmente com o fundo verde das árvores que enfeitam o lugar e o azul das piscinas.

         Quem diria que uma comunidade que estava extinguindo-se ressurgiu como a "Fênix Renascida" e hoje é motivo de orgulho para quem mora lá e para todos os que lá têm raízes. Hoje, os egressos da Barra, que são muitos e triunfam em todas as regiões do Brasil, voltam  para matar as saudades e reverenciar o Thermas Leonense. E, os lotes que há setre anos valiam R$ 2.000,00, agora valem até R$ 100.000,00.

          A comunidade toda deve apoiar o empreendimento dos Coronetti, que preservam a casa paterna e deram um grande impulso para o lugar. Agora, durante o inverno de 2012, o asfaltamento da ligação com Capinzal. E, no próximo verão, mais e mais turistas visitando-os. Parabéns e obrigado pela recepção, Família Coronetti.

Euclides Riquetti
28-12-2011

         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Amigos, peço-lhes a gentileza de assinar os comentários que fazem. Isso me permite saber a quem dirigir as respostas, ok? Obrigado!

Postar um comentário